Na tela

O céu sem luar

O mar

Sem meu navegar

Nosso barco atracado

Na minha saudade

No meu eterno te esperar.

Na tela

O silêncio dos ventos

As ondas paradas

Cansadas de seu marulhar.

Na tela

Mãos de aquarelas

Nas cores mais belas

Pintam o teu retornar.

 

Clique na figura
envie sua mensagem


 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br


Página melhor visualizada com Internet Explorer 4.0 ou superior - 1024x768
Copyright© Simplesmente Poeta - Todos os direitos reservados -
Política de Privacidade