....




 

Onde está aquele amor

Que me levou às mais doces loucuras?  

 Aquele amor

Do qual jamais cansei da procura

E que agora

Nada mais diz para mim...

Onde está aquele amor

Que me deixou em claro

Nas noites escuras?

Aquele amor

Que insisto em dizer

Jamais cansei da procura...

Aquele amor

Que me arrancava a alma

Que em meu maior desespero

Mostrava-me a serenidade

A calma...

Onde está aquele amor

Que procuro

Revirando meus covardes sentimentos

Mas não o encontro?

Será ele também, parte dos restos

Em nossos escombros?

Será ele, tudo o que restou do nosso nada?

Será ele, nossos passos vazios

Sem direção

Perdidos em nossa estrada?

Onde está aquele amor

Que me levou, aos belos desatinos?

Que me fez escrever, em meio às lágrimas

Nossa história

Nas páginas de nosso destino...

Aquele amor

Que a tudo compreendia 

Quando os lábios emudeciam, em seu dizer

Na mais perfeita entrega

Entre o desejo e o querer...

Onde está aquele amor

Aquele amor

Que um dia senti por você?

 

 

10/2006

 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br