Nas telas de minha vida

Deixei pintadas as rosas que não chegaram

Os caminhos que juntos não percorremos

E as estrelas que em nosso céu se apagaram.

Nas telas de minha vida

Registrei em tom escuro

As águas turvas de nosso mar

E a ausência de  um porto seguro.

Esbocei em tom laranja

A imagem das crianças

Alvoroçadas a brincar

E num canto solitário

O amor e a esperança

De um dia você acordar.

Nas telas de minha vida

Colori minhas tristezas

Dei sentido as incertezas

Querendo a dor ocultar

Tampando o sol com a peneira

E a vida em seu mascarar.

Nas telas de minha vida

Minha vida a me contestar...

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br