Ele surge do nada

Do vazio

Mas nunca do que é sombrio

 

Ele surge da palavra viva

Ainda virgem

Cultivada no jardim da alma

 

E quando parida

Sobre a pureza da folha

Num momento transbordante de magia

 

Dá-se a grande explosão

Poeta!

Poesia!

 

Assim nasce o poeta

Dos sonhos acalentados

Dos sonhos adormecidos

Das palavras não elaboradas

Mas profundamente sentida
 

Assim nasce o poeta

Plantando o amor

Fecundando a vida!

 



 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br