No céu tem uma estrela

Cujo nome é saudade

Quanto a fito durante a noite

Uma imensa dor me invade

 

Mãe...

 

Hoje, não lhe darei presentes

Mas rogo a Deus, Dele poder ganhar

Que me fosse dado a bênção

E contigo poder sonhar

 

É sangrenta e doída a saudade

Que bate em meu peito feito um castigo

Hoje só posso viver das lembranças

Dos momentos felizes que vivi contigo

 

Ah! mãezinha tão bom seria

Nesta noite contigo sonhar

Afagar em seus braços minha saudade

E dizer, que pra sempre vou te amar

 

Mas se de tudo, mãe

Não conseguir esse desejo realizado

Aguardarei em vida, pelo breve instante

De viver outra vez ao seu lado.

 

07/05/08

 

 

 

Odete Haua e Nádya Haua

 

 

 

 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br