Dentro de mim

Há uma loba

Que ronda as noites vazias

Que o próprio olhar angustia

Em passos vazios

Ao redor do nada...

Uma loba

Que busca nos raios da lua

A imagem de seu amado

Que vaga em sonhos

Banha-se no rio

Que chora em silêncio

E se perde em seu próprio cio...

Dentro de mim

Há uma loba

Que uiva tão somente, ao céu estrelado

Uma loba que a cada noite

Perde-se em si

Já perdida de seu lobo amado.

 




 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br