De repente você acorda

Pra quê?

Pra vida?

Não!

Que pesadelo

Viver esse desespero

Maldita indecisão...

Divisão

Insegurança

Dura ambição

Amor

Insatisfação...

Não se chega à conclusão

Tudo está dividido

Cabeça

Corpo

União.

Há insegurança no decidir

No agir

No que fazer

Pra onde ir, mas...

A vida segue em frente

É preciso prosseguir

Na presença e representação

Do conforto e encenação

E nas ruas de braços dados

E na calada da noite

Às escuras...

A maldita traição!



 

 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br