Assim quero ficar

Como se fosse no ferrete

A Marca em brasa

A abrasar tua pele.

Assim quero ficar

Como nódoa do fruto

Cuja cica

Faz a boca amargar.

Quero ficar desse jeito

A tingir no meu tom

A pele, que a minha, escalpa.

Assim quero ficar

No teu corpo

Como estigma que fere

Afeta

Infecta

Arranha

Mata

E sem piedade

Sangra.


 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br