De um lado

A dor

Do outro

O amor.

Um lado suplica

O outro ignora

São lados opostos

Quando um chega

O outro vai embora.

Nossa vida não mais se equilibra

Desgovernada está nossa balança

Mas a vida me ensinou

Que amar sozinha também cansa.

Nossa vida de balança

Tem dois lados bem diferente

Um amando e querendo

E o outro tão indiferente...
 



 

 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br