Já não há mais nada

Tudo acabou

Nem sequer sinto saudades

De um tempo que me restou...

Acabou!

Já não há mais o que pedir

Nem sequer sinto o desejo

De impedi-lo de partir...

Acabou!

Posso vê-lo caminhando

De encontro a outro destino

Vá sem mágoas dentro do peito

Pois no meu, nada estou sentindo...

Acabou!

Juro!

Pois tenho a plena certeza

De não estar te mentindo...


 

Imagem da formatação

Carinho recebido da amiga Suely Dam

 

 

Clique na figura
envie sua mensagem


 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br