Nádya Haua

 

 

Ser mar é diferente de ser córrego...

E eu fui oceano, imensidão azul.

Ser calor é ser diferente de ser verão...

E eu fui sol, o aqueci e iluminei teus passos.

Ser água é diferente de ser chuva....

E eu fui cachoeira, água límpida,

Brotando da fonte, saciando-te a sede.

Ser paixão é diferente de loucura...

E eu fui desejo, fui amor,

A alimentar teu corpo

E a inundar tua alma.

Fui brisa a refrescar tua pele,

Fui alimento,

Aconchego,

Teu contentamento.

Fui sonho a embalar tuas noites,

Fui canção murmurante em teu ouvido

Fui ouvido a ouvir teus lamentos,

Fui braços a envolver-te em abraços.

Fui choro na chegada e pranto na partida,

Fui mulher, irmã, mão amiga,

Fui desejo,

Fui amor muito além de uma paixão,

Eu fui tudo, mais que tudo

E você...

Minha angustia,

Minha tristeza,

Cruel decepção.



 

 

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo