Obrigada Querido Deus, pelo dom que Tu me destes,
por transformar a marca de dor em brandos escritos
de amor. Por permitir seguir o meu destino na mais
perfeita estrada do aprender. Obrigada Querido Deus,
por nunca ter desacreditado em Você.

É com grande emoção, que agradeço a você poeta
e poetisa, pelo reconhecimento feito através dos
prêmios outorgados ao Simplesmente Poeta,
por um trabalho desenvolvido com muito amor e dedicação.
A poesia em minha vida é hoje o
resultado daquele grãozinho de palavra, que plantei
aos treze anos, em uma sala de aula e que hoje
a todo instante convidam-me a brincar.

E foi brincando com as palavras, que aos poucos
construí meu mundo de sonhos, meu universo
poético o qual confio plenamente nas mãos
habilidosas do artista, do webdesing e grande amigo
Águia Real, que em suas brilhantes formatações
preenche com vida, minhas palavras soltas.

Palavras... palavras que atravessam fronteiras no gesto solidário, da poetisa e amiga Maria José Zanini Tauil,
que ao ler meus escritos propagou-os na Net escrevendo:

“Queridos amigos, apresento a vocês, que me honram
com a sua amizade e a sua leitura, um belíssimo site
e uma talentosíssima poeta e escritora.
Tenho certeza que irão gostar!”

E assim iniciei meus passos. Um passo aqui, outro ali,
Maria José segurando em meus braços,
ensinando-me isso, aquilo e a pouca experiência
tornou-se aprendizado. Aprendizado este vindo
através da garra, voz firme e determinada de
Criszinh@ que dizia: Seja falante! Converse mais
com seus leitores! Mude o jeito de enviar atualizações!
Você está muito séria! Solte-se Nádya, não tenha medo!
Foi então que me soltei. Soltei-me da insegurança
do novo e planei sobre as asas dessa pessoa incrível,
fabulosa, amiga, que tive o enorme prazer em conhecer,
em um leito de hospital, lutando contra as dores
pós-cirúrgicas, mas sempre dócil, amável e
grande mulher, que acolheu-me ao seu grupo de
mensagem onde fiz grandes amigos...

Amigo como você, que encontrei em cada oi, bom dia!
Em cada palavra edificante, construtiva incentivando-me
a prosseguir e, isso é nítido nos carinhos deixados
em meu livro de visitas, nos elogios recebidos e nas
inúmeras bênçãos que a mim desejam...
Amigo que, em momento crucial de minha vida,
no momento derradeiro ao presenciar o partir de
minha mãe, do outro lado da tela, doava-me seu ombro,
 seus braços, suas orações, todos guardados
com muito carinho em meu micro.

Agradecer em palavras, meu amigo e leitor é pouco!
É muito pouco para você, que representa muito
em minha vida e que me faz questionar:

O que seria do Simplesmente Poeta sem você?

Obrigada, obrigada por sua dedicação, sua companhia,
por enfeitar com sua amizade os dias do
Simplesmente Poeta e por permitir seu alçar de vôo
e nele, o meu sonhar...
Que Deus te abençoe ricamente por tudo de bom
que me destes nesse primeiro ano de vida.
Um grande beijo em seu coração.
 
 
Nádya Haua
Simplesmente Poeta
25/05/06

   

Clique na figura
envie sua mensagem



 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br


Arte by Ultimate Designs  Adapted by Águia Real