Minha alma está em fogo

Minha carne está em festa

Insinuas com olhar

E minha sensualidade, atesta!

Sou mulher

Sou tua amante

Sou dengosa e bem faceira

Em teu corpo sou madeira

Que se acaba na fogueira.

Minha alma explode em fogo

Já não posso ocultar

Minha carne queima em festa

Na loucura de te amar.

 

 

Este poema é dedicado ao meu querido esposo Hélio,
que aniversariou no dia 21 de maio

 

 

 

Clique na figura
envie sua mensagem


 

Desde 25.05.2005,
Número de Visitas

Home

Direitos autorais registrados®

Voltar

Menu

Fale Comigo

Google
 
Web www.simplesmente.poeta.nom.br


Página melhor visualizada com Internet Explorer 4.0 ou superior - 1024x768
Copyright© Simplesm
ente Poeta - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade